segunda-feira, 21 de abril de 2014

Diário de Bordo: Ocarina Of Time Master Quest

Tempos atrás bateu aquela vontade louca de jogar alum The Legend Of Zelda. Mas qual? Vendo dentro das minhas possibilidades só restava rejogar algum, mas depois que eu zero um jogo não bate aquela vontade de jogar algo novamente. Foi aí que me atentei na lista de Roms do 64. " Zelda Ocarina of Time Master Quest", bem não estaria rejogando o Ocarina propriamente dito, já que ele é mais difícil.  Bem foi o que eu achei de inicio.


A primeira Dungeon foi moleza, devo ter terminado no máximo em 20 minutos, e aí pensei, "cade a dificuldade?" Bem, depois de pegar a primeira Spiritual Stone, parti para os gorons e sua Death Mountain.

Nessa eu já senti que as coisas podem realmente se tornar um pouco mais complicadas. Fiquei perdido um tempo dentro da dungeon e decidi parar um pouco e pesquisar no google porque não aguentava mais ficar andando em circulos!!! pensar. Depois de um tempinho finalmente cheguei no boss e nada muito desafiador. Segunda Spiritual Stone no bolso. Era hora de ir para os Zoras!
Essa foi bem rápida, apesar de umas malditas esponjas ou sei lá o que, que davam choque e eram extramente irritantes. Não fiquei preso em nenhum momento e o boss foi bem fácil. Com as três pedrinhas em mãos era hora de virar era hora de virar menino moço com uma espadona nas mãos!

Depois de retirar a Master Sword é quando o jogo realmente começa. Fui direto encontrar Saria em Lost Woods e encarar o primeiro desafio de Link Adulto. E nessa dungeon foi bem chata. logo em um dos corredores aparece um Stalfo arrancando 2 corações numa porrada só. Num corredor estreito e dificil de se esquivar, vi pela primeira vez a tela de Game Over... Mas nada que impeça o Hero of Time! Os puzzles em si não foram difíceis, mas teve uma hora que achei o jogo desleal comigo, 2 Stalfos de vez? E ainda quando matava um aparecia outro? Que falta de sacanagem... Desafio cumprido fui até o Boss...
Ah...Phantom Ganon, lembro até hoje as revistas de detonado falando que esse era um dos piores bosses, mais dificil até que o próprio Ganondorf!!! E realmente... que bicho do demonho!!! fora que jogar no emulador não ajuda muito, já que sempre quando tentava atirar a flecha e acabava disparando a hookshot ou qualquer coisa que estivesse nos outros atalhos C. Depois de algumas tentativas e vontade de jogar o controle na tela, derrotei essa bagaça!
Missão cumprida e em seguida teria de ir novamente para Death Mountain e saber como estão os gorons 7 anos depois, mas vai ficar pra próxima, por enquanto vou desbravar um pouco Hyrule em busca de peças de coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador