quinta-feira, 2 de março de 2017

Game Boy Review #14: Metroid II: Return of Samus

A franquia Metroid eu só conhecia de longe, nunca havia jogado nada até chegar nesse game. Mas criei uma imagem na minha mente de ser um jogo gigantesco em que é bem fácil ficar perdido. E bom, é isso mesmo, só que ao contrário do que imaginava o jogo é excelente!

Ele é um jogo para aqueles que gostam de explorar até o canto mais remoto de um jogo. Se você não curte a ideia pode dar uma chance a Metroid ou esse realmente não vai ser seu tipo de game.


A História do jogo é bem simples. Após os eventos do primeiro jogo você vai até esse planeta para destruir os metroids.

Sendo assim, o jogo todo se passa em um complexo de cavernas caçando os Metroids, que estão sofrendo uma mutação e se transformando numas criaturas bizarras parecidas com repteis.

Para avançar pelas cavernas nós coletamos os power-ups, e aqui são dezenas deles: Tiros especiais, mais vida, mais capacidade para misseis, upgrade na armadura, entre outras coisas.

Os gráficos são bons, apesar de possuir poucos elementos no cenário, mas os sprites da Samus e dos inimigos são bons. O level design é exelente, sendo um grande desafio procurar por cada segredo no cenário.

A música existe, mas ela só surge em locais de transição, a maior parte do tempo você fica sem música apenas escutando uns "sons" do ambiente.

Metroid II: Return of Samus é tranquilamente um dos melhores jogos do Game Boy e que merece ser visitado sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador